AUTORRESPONSABILIDADE FINANCEIRA: VOCÊ ESTÁ PRATICANDO?

Meninas, hoje vamos falar sobre um assunto muito importante e que irá nos fazer refletir: como a autorresponsabilidade financeira influencia nossa vida?

Os conceitos que trarei no texto foram retirados do livro “O Poder da Autorresponsabilidade”, do Paulo Vieira, uma leitura muito prática e cheia de insights. Recomendo! 🙂

Vamos começar com o conceito de autorresponsabilidade. Você sabe o que é?

“Autorresponsabilidade é a crença de que você é a única responsável pela vida que tem levado, sendo assim, é a única que pode mudá-la.” Paulo Vieira

Num primeiro momento, essa afirmação pode parecer muito dura, até cruel, mas devemos interpretá-la como uma libertação. Quando internalizamos que nossa situação atual é resultado das nossas escolhas, da condução que escolhemos dar a nossa vida, ficamos livres para entender que, se não estamos contentes ou satisfeitas com nossos resultados, tudo que precisamos fazer é recalcular a rota e redirecionar o nosso caminho, com consciência e responsabilidade.

Vale dizer que esse conceito não se aplica somente a nossa vida financeira, mas ao nosso dia a dia em geral. Emprego, relacionamentos, amizades, em todas as áreas de nossa vida, somos nós as únicas responsáveis pelos resultados que estamos vivendo. A partir do momento que identificamos o que causa o problema e tomamos consciência disso, temos o poder de mudar.

O que acontece é que na maioria das vezes estamos em negação, terceirizando essa responsabilidade e transferindo a culpa sem nem mesmo percebermos. Quem nunca disse: “se eu ganhasse mais, não estaria tendo problemas. Não ganho o suficiente”.

É doloroso reconhecer que não fizemos as melhores escolhas, que cometemos erros financeiros, que não temos controle sobre nossos gastos, que não temos o hábito de economizar ou que estamos endividados. Somos ensinadas a transferir a culpa, pois é mais fácil justificar a consequência do que identificar a causa.

O primeiro passo para esta mudança é ter autoconhecimento e autoconsciência.

Por isso, precisamos fazer algumas reflexões: quando me aposentar, como quero estar? Quero depender da minha família para que a conta feche? Será que poderei contar com o Estado para me ajudar? Realmente conseguirei parar de trabalhar?

Estes pensamentos são capazes de nos colocar, ainda que de forma lúdica, no futuro, com a busca para a seguinte pergunta: o que estou fazendo hoje, vai me colocar aonde quero estar? Ao me ver neste lugar, lá no futuro, vou me sentir feliz e realizada? Se a resposta for não, é preciso ter consciência e força para a mudança. Estamos aqui para nos ajudar e aprender uma com a outra. 😉

Depois que estamos conscientes da nossa responsabilidade, precisamos parar de culpar os outros pelos nossos insucessos e frustrações. Somos as única com o poder de mudar nossa realidade.

“Pessoas de grandes conquistas, após uma derrota, não culpam as circunstâncias, as outras pessoas ou o destino, elas assumem a responsabilidade pelos resultados e se perguntam: o que eu devo fazer diferente para que, da próxima vez, os resultados sejam melhores?” Paulo Vieira

A boa notícia é que a autorresponsabilidade é uma habilidade treinável! 🙂

Ela vai te dar o poder de escolher o que te faz bem. Comece mapeando sua vida financeira e seus comportamentos em relação ao dinheiro. Aqui vão algumas perguntas para você refletir:

* Quanto eu estou ganhando?

* Existem oportunidades de fazer uma renda extra?

* Quanto eu estou gastando?

* Todas minhas despesas são realmente essenciais?

* Eu consigo poupar algum valor por mês?

* Eu sempre gasto tudo que eu ganho?

* A vida que levo hoje está alinhada a vida que desejo ter?

Comece aos poucos, dedique-se a praticar esse ato de percepção financeira sempre que possível. O importante é COMEÇAR! Ao realizar esse movimento, a responsabilidade e a consciência se tornam aliadas na jornada de transformar sua vida financeira.
Vamos juntas? ♥

Nos conte como foi fazer essa reflexão e quais insights você teve, vamos adorar conversar contigo!

Fer Rovaris
Fer Rovaris

Empreendedora, planejadora financeira pessoal, eterna curiosa, apaixonada por finanças e pessoas, a Fer tem como causa ajudar outras mulheres empreendedoras a atingir a tão sonhada autonomia e liberdade financeira para que nunca mais dependam ou sejam diminuídas por ninguém! Venha empreender e enriquecer como uma mulher selvagem no Instagram @financasfer.