ESSES COMPORTAMENTOS PODEM TE IMPEDIR DE CHEGAR AO TOPO

Todos os dias buscamos trabalhar e atingir os objetivos traçados e, por diversas vezes, fazemos mais que o esperado. E isso não é novidade. Fazendo diversas pesquisas sobre o papel da mulher no mercado de trabalho e o impacto das nossas decisões a longo prazo, me deparei com o livro Como Mulheres Chegam Ao Topo, de Sally Helgesen e Marshall Goldsmith (autores de best sellers sobre liderança).

O livro é resultado de anos de trabalho e pesquisa com mulheres que ocupam cargos de liderança e como a suas jornadas são impactadas por hábitos. O que os autores descobriram que existem um padrão de comportamento nas mulheres e destacam 12 hábitos que atrapalham na ascensão a melhores cargos e salários.

Destaco 3 desses hábitos:

Seu trabalho não é sua carreira

Estranho né? Mas explico, trabalho é a sua função ou atuação no momento. É o conjunto de atividades que você desempenha para determinada instituição por exemplo. Já a sua carreira é tudo que você aprendeu e acumulou até o momento inclusive, quando não estava trabalhando.

Muitas vezes negligenciamos nossa carreira em função do trabalho. É importante você ter um tempo para pensar quais são os outros aspectos da sua carreira que vão além do trabalho.

A armadilha da perfeição

Somos criadas para sermos perfeitas. Mulheres são premiadas por aperfeiçoar e punidas por se arriscar. Acontece que a medida que crescemos essa cobrança vai se desenvolvendo cada vez mais. Sabe quando falamos da síndrome da impostora? E se eu disser que talvez é um sintoma de você buscar ser sempre perfeita?

Se organize, entenda o que precisa ser feito. Os profissionais que evoluem na sua carreira assumem riscos controlados. Dani Junco, fundadora da B2Mamy que é uma aceleradora focada em mães empreendedoras, diz “Sempre beta”, foque em ter as coisas feitas mas não, perfeitas o tempo inteiro.

Somos criadas para agradar

Isso faz com que mulheres evitem conflitos, sejam menos competitivas e não vendam o seu trabalho tanto quanto os homens fazem. Você já reparou nisso? E em como as mulheres que se impõe passam a ser percebidas? Nesse caso os autores incentivam buscar trabalhar um individualismo saudável. Como o meu crescimento pode repercutir na empresa? O que eu preciso aprender para ir pro próximo nível?

Com o uso das redes sociais cada vez mais frequente compartilhar conteúdo é uma excelente oportunidade para mostrar o que você sabe. Desenvolva a sua autoridade. Hoje é cada vez mais importante e necessária aqui a máxima de quem não é vista não é lembrada. As pessoas não irão adivinhar o que você sabe ou quer fazer se você não disser.

O livro conta com mais 9 hábitos que vale a pena identificarmos e entendermos como substitui-los para termos uma carreira de sucesso. Aproveitando a deixa, indico também a minissérie Self-made, que conta a história primeira mulher negra milionária dos Estados Unidos e que ficou rica com o suor do próprio trabalho. Um excelente exemplo de uma mulher que chegou ao topo.

Amanda Graciano
Amanda Graciano

Mineira, cuja missão é diminuir as barreiras entre as pessoas ao facilitar o acesso à informação para que possam ter oportunidades reais de crescimento. Por isso, escreve sobre trabalho com inovação, tecnologia, autoconhecimento, carreira e produtividade. É empreendedora e, em paralelo, trabalha para tornar o ambiente de inovação no Brasil de fato democrático, atuando enquanto startup hunter, business development, além de dar consultorias, palestras, cursos e construir junto com seus sócios e sócias os seus negócios. Recentemente foi reconhecida como Linkedin Top Voice. Não dispensa um bom café e uma boa conversa. Acredita no poder das comunidades e que se manter conectada e em movimento é importante para se ter carreira, negócios e uma vida de sucesso.