ESCOLHA CERTA: O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO NA HORA DE TROCAR OU ESCOLHER SEU NOVO EMPREGO

Já parou pra pensar? Normalmente, ponderamos principalmente salário, escopo de trabalho, credibilidade da companhia e alguns outros pontos práticos, como benefícios e distância do escritório até a sua casa.

No entanto, às vezes alguns detalhes importantes acabam ficando de fora dessa lista de prós e contras. Será que o ambiente de trabalho combina com a sua personalidade? Como a cultura organizacional é lá dentro? O plano de carreira é interessante? São muitas perguntas difíceis de responder.

“Acredito que o exercício seja sempre pensar: qual desses dois formatos mais se alinha com quem eu sou e para onde quero ir profissionalmente? A resposta nem sempre é fácil, mas garante uma decisão bem mais acertada”

Por isso, resolvi reunir aqui, neste meu primeiro texto como colaboradora do The Squad, as principais características de dois tipos de empresa: as startups, conhecidas por um ambiente de desenvolvimento e inovação, mas pela baixa retenção de funcionários, e as multinacionais, onde grandes projetos acontecem, porém às custas de uma estrutura mais inflexível.

Para me ajudar nesta missão, convidei duas profissionais incríveis para dar seus pareceres: Renata Sagradi, head de marketing da ACE Startups, e Yana Leocádio, gerente de marketing em uma multinacional bastante reconhecida do ramo alimentício. Acredito que o exercício seja sempre pensar: qual desses dois formatos mais se alinha com quem eu sou e para onde quero ir profissionalmente? A resposta nem sempre é fácil, mas garante uma decisão bem mais acertada. Vamos lá:

PLANO DE CARREIRA

A empresa tem um plano para mim no futuro?

Startup

Não existe um plano de carreira estruturado tradicional. No período de avaliações, analisamos quais características e habilidade devem ser desenvolvidas para um próximo passo. Pode ser uma promoção ou pode ser um rotação mais horizontal, já que há bastante mobilidade entre áreas. O review é trimestral, além de termos feedbacks constantes entre líderes, liderados e pares.

Multinacional

O plano de carreira é muito bem definido e bastante linear. É comum ter prazos para que as pessoas sejam promovidas –  é muito difícil, por exemplo, alguém ser promovido com menos do que um ano e meio em uma posição, até mesmo para movimentações laterais (sem promoção salarial). O que eu normalmente pratico, fora da obrigação da empresa, são conversas mais frequentes com o meu time e com o meu gestor.

CULTURA ORGANIZACIONAL

Como a empresa é e no que ela acredita? Como é a interação entre equipes?

Startup

Existe uma cultura de bastante interação entre áreas, como rituais de updates, quando todas as áreas mostram os principais acontecimentos para todos da empresa. Novamente aqui, muito espaço para feedbacks entre áreas e líderes.

Multinacional

Temos bastante liberdade e somos incentivados a falar com outras equipes. No entanto, vez ou outra acontece de alguém precisar entrar na conversa, pois tem um cargo maior e mais chances de resposta.

VOCALIZAÇÃO DE PROBLEMAS E ENVOLVIMENTO DO RH

Startup

É um ambiente bastante aberto para críticas e sugestões. Falando pessoalmente da minha experiência, sinto muito abertura da liderança para tratar de problemas, dar sugestões e devolver questionamentos. Na verdade, é um comportamento estimulado.

Multinacional

Temos pouco espaço para ação e para flexibilizar os processos – isso faz com que essa externalização se torne mais conversa de corredor do que planos de ação junto ao time responsável pelo problema. O RH está sempre disponível, mas sinto que há receio por parte dos funcionários de realizar sugestões, pois há muitas práticas e políticas alinhadas globalmente.

TREINAMENTOS

Startup

Treinamentos são acessíveis a todos os níveis, mas sempre debatidos em planos de desenvolvimento individual. Além da sugestão de cursos, é estimulado um trabalho de mentoria entre ACErs. Se algum colega é bom em algo que você precisa desenvolver, o processo de coach é totalmente encorajado.

Multinacional

Existem muitos treinamentos disponíveis para todos os níveis, incluindo um hub de cursos digitais com treinamentos sobre marketing e cadeia de produção. Os treinamentos que não são acessíveis para todos estão normalmente relacionados a gestão de pessoas, planos de desenvolvimento de times, coach e mentoring.

CARGA HORÁRIA

Startup

Como a ACE tem um ambiente bem flexível de trabalho (desde de onde até entre quais horas), cada colaborador acaba criando sua rotina. Porém, é muito comum o trabalho muito além do horário comercial – não é estimulado, mas também não é inibido.

Multinacional

Temos sexta flex 2 vezes por mês (trabalhamos até a hora do almoço) e flexibilidade no horário de entrada e saída. É comum a realização de horas extras e normalmente este controle é feito via banco de horas ou junto ao gestor.

HIERARQUIZAÇÃO

Como as relações são encorajadas dentro da companhia?

Startup

Trabalhamos de maneira mais horizontal, sem muita definição de cargos de chefia, por exemplo. E toda a liderança é bastante acessível. Muita gente nova chega de empresas mais tradicionais e não sabe bem como abordar o CEO ou os sócios, mas eles estão ali no corredor, é só chamar. Não existem salas e nem estações de trabalho definidas. Na minha área, por exemplo, meus liderados não precisam nem avisar se farão home office. Como trabalhamos com projetos em sprints de 2 semanas, as reuniões são diárias e acompanho assim o comprometimento.

Multinacional

É totalmente vertical, há um certo apego ao nome do cargo e é bastante raro um estagiário conversar diretamente com um diretor, por exemplo. Há algumas reuniões com restrição por cargo – uma política que incomoda muita gente, por isso há uma força se movimentando para que isto mude. O estacionamento é restrito para gerentes sênior e superiores. Dentro do escritório, diretores e presidentes sentam junto ao restante do time.

AMBIENTE

O que esperar da atmosfera do escritório?

Startup

Não há dress code e, como a maioria dos colaboradores é tem menos de 30 anos, existe muita interação: happy hour na própria firma, campeonato de videogame, rituais de times…

Multinacional

O ambiente é bastante informal, não há um dress code, não temos divisão entre as mesas e temos espaços alternativos para trabalharmos. Existe uma política simples de descompressão, principalmente para comemorações. Cada diretor tem um orçamento disponível para confraternização junto ao seu time, que normalmente acontecem no final do ano. No caso de confraternizações formais, há sim uma preocupação velada com a sua imagem dentro da empresa.

BENEFÍCIOS

O que faz parte deste portfólio?

Startup

O benefício é oferecido em um formato único, mas bem flexível. É um cartão de crédito pré-pago que podemos passar em (quase) todos os lugares: supermercado, restaurantes, cabeleireiro, compras online, por exemplo.

Multinacional

É um tema que hoje gera desconforto por parte dos funcionários. Temos bons planos de saúde e odontológico e uma excelente previdência privada, além de acesso a suporte jurídico, psicológico e financeiro. Mas, sabemos os planos de outras empresas e a falta de benefícios flexíveis têm gerado parte deste descontentamento.

UM RESUMO

Startups costumam ter um ambiente de pressão constante e cargas horárias que extrapolam muito o 9h-18h, mas são envoltas em uma atmosfera de desafio, inovação e parceria que costuma ganhar o coração de quem não se imagina dentro de um formato muito quadrado. Os benefícios são flexíveis e a liberdade de imprimir o seu ritmo ao trabalho são encorajadas! No entanto, costumam ter um budget muito menor para projetos e, consequentemente, costumam pagar menos que as multinacionais. Por isso, não raro costumam ser um trampolim para outras empresas, do mesmo porte ou maiores.

Multinacionais costumam ser endereços com milhares de funcionários e capilaridade nacional, o que te permite projetos em larga escala, um budget mais polpudo para tirar seus planos do papel e, consequentemente, um salário mais robusto, com benefícios que incluem bônus, participação nos lucros e outros chamarizes importantes, como um excelente plano de saúde, para quem busca estabilidade. Porém, os processos costumam ser mais engessados e demorados, em um ambiente que nem sempre te permite improvisos, e a hierarquia estrutural se faz bastante presente.

Lembrando que, generalizações à parte, cada empresa tem sua cultura, por isso procure se informar antes mesmo de aceitar a oferta!

Fernanda Jacob
Fernanda Jacob

Jornalista, comunicadora, marketeira, capricorniana. Jornalista formada pela Cásper Líbero, em São Paulo, trabalha atualmente com marketing. Divide sua experiência no universo da moda e fala sobre carreira e os desafios que as mulheres encontram no mercado de trabalho.